Como identificar a sua área de interesse?

Tempo de leitura: 2 minutos

Qual a importância de decidir sobre sua área de interesse? 

 

Tentar escolher uma carreira sem antes saber qual a sua área de interesse é como buscar achar alguma coisa em total escuridão, ou seja, trabalho dobrado e talvez sem êxito. Quando você define qual área seguir tudo fica mais fácil de decidir.  

Qual é a sua matéria preferida? A resposta a essa pergunta vai ser muito importante para definir a sua área. Matemática, química ou história? Física, geografia ou português? Todo mundo tem uma matéria na qual se dá melhor do que as outras. 

Por que é importante uma escolha acertada? A sua profissão vai ser uma das atividades na qual você mais empenhará as suas habilidades e esforços por um longo período de tempo, e fazer isso sem gostar do que se está fazendo pode levar ao desânimo. 

A realização profissional é essencial para se ter uma vida satisfatória e cheia de significado. Além disso, apesar de ser muito importante ter noção das possibilidades de ganho de cada profissão, isso não é tudo! Não vai adiantar ganhar rios de dinheiro quando se está infeliz fazendo o que não gosta. 

 

Como você pode decidir? 

 

Antes de tudo é importante que a sua escolha esteja partindo de você mesmo, pessoalmente, e não de outras pessoas. Claro que conselhos sempre são bem-vindos, pois muitas vezes temos algumas qualidades que nem nós mesmos notamos, mas que são percebidas por outros, e isso também deve ser levado em conta. 

Vamos separar aqui alguns passos que podem ser de grande ajuda para você que ainda não decidiu a sua área de interesse: 

– Tente identificar qual disciplina você mais gosta. Se você gostar mais das disciplinas de história, geografia, português pode ser que a sua afinidade seja para a área de humanas. Caso seja física, matemática ou química, provavelmente você vai querer atuar na área de exatas, e por aí vai. 

– Se abra para novas possibilidades. Não elimine de cara uma área sem antes entender mais sobre ela e o que ela pode oferecer. Quanto mais conhecimento tiver sobre as diversas áreas, mais certeza você terá quanto a se gosta ou não dela. 

– Conheça a si mesmo e aos seus limites. Já visitou uma feira de anatomia? Já conversou sobre profissionais de outras áreas sobre como é a sua atuação e tudo o que envolve? Se ainda não fez isso, fica a dica para que você obtenha o conhecimento e analise os seus limites. 

Tente se lembrar durante todo esse processo que você deve manter a calma e que essa decisão não precisa ser imutável. Caso você tenha feito tudo isso, mas só depois de estar com a mão na massa descobriu que não é o que queria você pode tentar outra coisa.  

E aí, já definiu sua área de interesse?