Como ajudar seu filho na escolha da carreira

Tempo de leitura: 3 minutos

A escolha da carreira exige tempo e bastante pesquisas, além de trazer à tona o receio dos pais pela decisão do filho. Mas, você, que é pai ou mãe, sabia que a sua postura contribui para o sucesso da escolha da profissão do seu filho? Continue lendo este texto e descubra como ajudar seu filho no momento da escolha por uma carreira.

 

A escolha da carreira

Ser responsável por decidir aos 16, 17 ou 18 anos qual profissão seguir não é, realmente, uma tarefa bem fácil. No entanto, devido às inúmeras informações disponibilizadas na internet, em guias impressos, revistas, palestras e outros meios, a escolha por uma carreira tornou-se mais descomplicada. Soma-se a isso as novas mudanças no mercado de trabalho, que permitem a reinvenção profissional e a mudança de profissão. Ou seja, a carreira escolhida não precisará, necessariamente, ser a mesma exercida durante toda a vida.

Apesar da imensa disponibilidade de informações, os filhos, que passam por esse processo decisório, precisam de orientações, e ninguém melhor que os pais para auxiliá-los, não é mesmo? Então, se você é pai ou mãe de um adolescente, confira como agir para ajudar de maneira eficiente.

 

Incentive o seu filho

Primeiramente, apoie o seu filho e o incentive no seu processo de autoconhecimento. Converse com ele para descobrir as suas motivações e aspirações profissionais. O adolescente precisa de segurança para fazer as escolhas do futuro que pretende seguir.

Não pressione o adolescente para que ele tome uma decisão baseada nos seus interesses como pais. Acompanhe, abaixo, algumas recomendações importantes que precisam ser levadas em consideração:

  • Os sonhos dos pais que não se realizaram (por exemplo, um pai que tinha o sonho de se tornar um advogado, mas graduou-se em Administração) não devem ser transmitidos ao filho de maneira impositiva;
  • Oriente seu filho que a escolha deve ser pautada nos seus interesses, aptidões e habilidades, e que, além disso, avaliar a empregabilidade e as áreas de atuação proporcionadas por alguma profissão são requisitos essenciais para o êxito durante e após a graduação;
  • Se o adolescente estiver com dúvidas entre áreas de conhecimento ou cursos, veja a possibilidade da realização de testes vocacionais ou de uma visita a profissionais capacitados como psicólogos especializados na área;
  • Ajude o seu filho a visualizar como ele gostaria que fosse o seu dia a dia profissional e qual(is) ambiente(s) é (são) o(s) ideal(is) para o trabalho futuro;
  • Oriente seu filho que o salário proporcionado por profissões mais valorizadas não deve ser o único fator considerado no momento da escolha.

 

Além disso, leve o seu filho para conhecer a rotina de profissionais que já exercem a profissão que ele deseja seguir, façam visitas às instituições de ensino superior e proporcione ao seu filho a possibilidade de conversar com graduandos, professores e outros profissionais. Dessa forma, a escolha será feita de maneira consciente e segura.

Com as orientações acima será mais fácil para você, pai e mãe, conduzir o seu filho em uma das primeiras grandes decisões da vida. Por meio de bastante diálogo, pesquisas, leituras e paciência é possível ajudar o seu filho na escolha pelo melhor curso superior. Lembre-se também de instrui-lo a respeito dos erros, pois, inevitavelmente, eles aparecerão em alguma fase da vida e precisarão ser encarados.

Enfim, seja um grande incentivador do seu filho, demonstre a ele que você confia nas escolhas e mostre que, com bastante estudo, dedicação, ética e perseverança o seu filho tem capacidade para ser um excelente profissional.

 

Gostou do texto? Compartilhe-o com seus amigos e aproveite para deixar o seu comentário!