História

Aldenora Veloso de Medeiros

A Professora Pedreirense Aldenora Veloso Medeiros, recebeu educação com princípios morais e éticos no seio da família pobre e cristã católica. Nascida no interior da cidade, em Jatobá dos Velosos, filha de Francisco da Costa Veloso e Maria Gregória da Costa Veloso sempre foi uma pessoa sonhadora e iluminada. A família mudou-se para a sede da cidade quando Aldenora, já com 5 anos de idade ansiava por um futuro de transformações não só da vida dela, mas de todos que estivessem próximo. Aquela menina, cheia de sonhos e com muita vontade de ir mais além, teve a oportunidade de estudar. Seus pais já sabiam que ela não se contentaria em seguir o destino de tantas outras meninas da sua região, que era somente casar, ter filhos e viver no campo e/ou atividades semelhantes, ela queria mais, queria fazer a diferença, pois sabia que Deus tinha uma missão para ela.

O acesso ao conhecimento possibilitou a menina Aldenora Veloso sonhar com um futuro diferente, com uma vida diferente. Os sonhos apontavam para um caminho que pudesse trazer-lhe paz, alegria e ao mesmo tempo realização através da educação. O seu primeiro pensamento, quando ainda estava na busca de sua formação profissional, era fazer algo que pudesse transmitir o amor, dedicação pelo próximo e preparação para vida.  Partindo dessa visão, a jovem Aldenora possibilitou aos seus vizinhos o acesso à educação, oferecendo-lhes aulas de reforço. Começava ali, naquele gesto, uma grande história na educação da Região do Médio Mearim, o inicio do Grupo Educacional São Francisco.

Aldenora inicia os seus estudos ginasiais (curso de magistério) no Colégio Correa de Araújo. E em 1976 a jovem negra se dirige a capital do estado, São Luís, para iniciar seus estudos na Universidade Federal do Maranhão – UFMA. É nesse momento que a jovem estudante recebe não só o conhecimento técnico/científico, mas a vivência concreta da solidariedade e caridade, já que com poucas condições econômicas conseguiu ajuda (de uma amiga) do início até a conclusão do seu curso superior. Após concluir seu curso superior, especializa-se no ensino da Língua Portuguesa.

Em meio a tantos acontecimentos, Aldenora conhece Raimundo Medeiros. Casa-se em 1967 com o Sr. Raimundo, homem branco e alfaiate, solidificando o matrimônio com o nascimento de duas filhas, Rosângela e Rosane.

Assim, o Sr. Medeiros e Aldenora, formaram um casal admirável, lutando juntos, diariamente, para que os projetos e sonhos daquela menina do interior se tornassem realidade. Nasce então o Colégio São Francisco, inicia-se a história de um dos melhores colégios da região. Referência em ensino de qualidade, evolução educacional e acima de tudo de ensino genuíno dos princípios cristãos, éticos e morais.  São várias gerações formadas nesses quase 55 anos de atuação na educação. Atualmente o Colégio São Francisco atende alunos das principais cidades da região, também desempenhando seu papel social por meio da criação de oportunidades para aqueles alunos mais carentes que não possuem  poder aquisitivo, concedendo bolsas e programas sociais que possam comtemplar esses jovens que assim como a menina Aldenora, quando pensava no futuro, sonham com uma vida de oportunidades que somente a educação é capaz de proporcionar.

A contribuição de Aldenora Veloso para a educação tanto na cidade de Pedreiras como na região é grandiosa, além de ser um grande exemplo de superação, trabalho, humildade e dedicação ao próximo.  Hoje é com muito orgulho que dedicamos este espaço para homenageá-la reconhecendo o imenso valor como, Mulher, Mãe, Empreendedora, e Professora influente comprometida com o desenvolvimento das pessoas e da sociedade.

Fonte: Marketing CSF 2020


Desenvolvimento e Hospedagem: